• Artigos

ANEL DE CLADDAGH E VIVERAM FELIZES PARA SEMPRE

Por Seigrefrid Willims

Este é um anel que tem um enorme significado para mim, honestamente não sei porquê, talvez porque ser fã de histórias de amor.

A história deste anel começa há cerca de 3 séculos, com Richard Joyce, a partir da cidade de Claddagh, uma pequena localidade de pescadores na Irlanda. Ele era um membro da tripulação do navio pesqueiro e em breve ia casar com o amor da sua vida, o ser mais sublime que ele tinha visto em toda a sua existência.

Durante a viagem para a captura de animais marítimos, foram atacados por terríveis piratas, que mataram alguns tripulantes e venderam o resto deles como escravos. Richard foi um dos que teve a sorte de sobreviver ao ataque e acabou por virar escravo de um ourives turco. Anos se passaram, ainda assim, ele nunca esqueceu o seu amor. Assim, ele criou o primeiro anel de Claddagh.

Anos se passaram e ele conseguiu, a muito esforço, a sua liberdade. Voltou para a sua terra e pediu novamente o amor da sua vida em casamento com o anel Claddagh. Ela aceitou e viveram felizes para sempre.

O anel de Claddagh é constituído por um coração, duas mãos, e o coração para mim simboliza que o amor deve ser mantido por ações e pensamentos. Esta é a minha interpretação pessoal. Outras pessoas podem ter interpretações diferentes sobre este anel que são perfeitamente válidas.

Na magia existem várias aplicações práticas para este anel, mas este ritual é para manter as relações em harmonia e diminuindo os efeitos das tempestades que o possam influenciar de forma menos positiva.

Se está passar por algo menos bom, primeiro tudo, tem de fazer um teste de realidade, por que motivo a nossa relação está passar por esta situação? Ao saber o motivo, vai estar a facilitar ao máximo o trabalho das entidades e não prejudicar por atitudes menos positivas.

Ingredientes: 3 velas verdes um papel branco o anel Claddagh

Passo 1 Colocar o papel em branco no centro do altar.

Passo 2 Colocar as velas verdes à volta do anel em triângulo.

Passo 3 Colocar o anel no centro das velas.

Passo 4 Acender as velas verdes.

Passo 5 Fazer o seguinte encantamento 3 vezes:

“Angus Mac Oc, deus do amor, membros dos Tuatha de Dannan, a sua melodia faz até no coração mais negro brotar a luz. Eu consagro-te este anel, grande e poderoso Angus Mac Oc, que deste dia em diante que eu e (nome) vivamos em eterna harmonia.”

Passo 6 Fazer uma vénia e deixar as velas arderem até ao final.

Passo 7 O anel é usado na mão direita.

É importante com o tempo manter a relação alimentada. Como eu referi, é importante perceber se a relação estava em crise por falta de cuidado para com o parceiro, ou se o parceiro está a ter atitudes que não sejam boas para a relação. Uma relação é como um barco em que duas pessoas devem sempre remar juntas daí ser importante, tentar perceber, realmente, o está acontecer na relação, para assim poder agir da forma mais correta possível.

Se tem medo de praticar magia, acredito que deva ler isto: Magia nada mais é que uma tecnologia demasiado avançada para ser compreendida pela maioria da humanidade, dado o estado atual de desenvolvimento, por isso, é essencial democratizar, desmistificar e desenvolver a magia para que assim a humanidade possa evoluir para um novo estado de consciência.



Seigrefrid Willims Ph.D

www.seigrefrid.com

  • YouTube