• Artigos

ANO NOVO CHINÊS: CÃO DE SOLO 戊戌

Por Margarida Estevam

Decerto, já ouviu falar do Ano Novo Chinês que se comemora numa data diferente do Ocidental e também já ouviu falar dos 12 animais do Zodíaco Chinês. Em 2018 inicia-se o Ano Novo Chinês do Cão de Solo 戊戌, a 16 de fevereiro.


É necessário começar por dizer que o ano chinês é lunissolar, tem um ciclo Lunar e um ciclo Solar. Esta é a data do Ano Novo Lunar, que se comemora na segunda Lua Nova após o Solstício de Inverno. Para os Chineses existe a mudança energética do ano que acontece no Solstício de Inverno e depois a materialização dessa energia na Terra que é o Ano Novo Solar, normalmente, entre 4 e 9 de fevereiro (data do início do mês do Tigre), que rege os cálculos que se fazem de Feng Shui. O Ano Lunar reflete a nossa relação com a força magnética da Lua, incluindo os ciclos da Natureza, sendo utilizado para a agricultura.


Segundo uma lenda, Buda terá convocado todos os animais para a celebração de Ano Novo, mas apenas 12 responderam e compareceram. Como recompensa, foi concedido a cada um dos animais um signo associado à sua ordem de chegada. Sendo assim, como o Rato foi o primeiro a chegar, é este o primeiro signo do Zodíaco Chinês, seguindo-se todos os outros pela ordem de chegada ao evento.


Os 12 animais repetem-se em ciclos de 12 anos, mas os elementos associados vão-se alterando conforme as 5 Transformações (Água, Árvore, Fogo, Solo e Metal), daí resultando que podemos ter um ano Cão de Solo (como 2018), mas também podemos ter um ano Cão de Metal (como foi 1970, por exemplo), o que irá alterar as características base do animal Cão conforme as influências da Transformação associada.


Então, qual a influência para todos nós deste ano do Cão de Solo que se irá iniciar?


Em 2018, o Cão de Solo irá trazer-nos um ano de lealdade, inteligência, altruísmo e proteção, características do signo Cão. Será um ano com uma energia que convida à realização coletiva, sem se desfocar de si, o que pode constituir um desafio pois o Cão é leal e altruísta, que procura fazer tudo em prol dos outros, mas o conselho é não se esquecer de si mesmo.


A energia do Cão é uma energia de luta contra as injustiças, por isso, tenha o tato durante este ano para não entrar em conflitos desnecessários, escolha as suas “batalhas” com prudência. Também é uma energia muito intuitiva, pelo que poderá ter alguns desenvolvimentos nesse campo, influenciado pela energia do animal que rege o ano. A Transformação Solo irá trazer o reforço da tendência de cuidar dos outros e de procura de estabilidade, por isso, será um ano com uma energia que se sentirá um pouco mais lenta, tenha alguma paciência e saiba que tudo acontecerá no momento certo.


Será um ano em que se procura a segurança e existirá alguma tendência para o conservadorismo marcado pela energia da Transformação Solo Yang (戊), que se pode refletir na forma como a sociedade reage a algumas situações. Poderá sentir a necessidade de algum isolamento e de recolhimento, o que pode ser benéfico para trazer ao de cima alguns aspetos criativos, saiba moderar essa tendência para não se tornar solitário. É um ano também propício a alguma contenção a nível financeiro, sem gastos supérfluos e desnecessários (mais de acordo com a natureza exuberante do ano anterior Galo de Fogo), concedidos pelo carácter nobre, solidário e justo do Cão.


Em termos de Feng Shui, este ano (até fevereiro de 2019) a influência do Cão irá notar-se associada ao ponto cardeal que ele rege (Noroeste), o que se designa por Tai Sui. Isto irá fazer com que a energia desse ponto cardeal esteja muito forte e instável, que não deve ser enfrentada nem desafiada. Não será, por isso, uma das direções mais favoráveis durante este ano de 2018.


Podemos preparar-nos para o que virá em 2018 também através da Astrologia do Ki das 9 Estrelas, método aparentemente simples, mas que faculta muita informação sobre o nosso perfil energético. É possível saber qual a casa do ciclo pessoal que cada um de nós irá estar a vivenciar a partir de fevereiro de 2018, de uma forma muito simples.


Primeiramente, é necessário calcular o nosso Ming Gua (cálculo pessoal feito a partir da data de nascimento), que nos transmite, através de três números, aquilo que nós somos na nossa essência, o que somos a nível emocional e o que espelhamos para o exterior. Para sabermos qual a casa do ciclo pessoal em que nos encontramos vamos apenas utilizar o cálculo do primeiro destes três números, que nos dá precisamente a imagem daquilo que somos na nossa essência.


Vamos tomar como exemplo para este cálculo o ano de 1959:

1. Ter em conta que caso a pessoa tenha nascido em janeiro ou antes de 4 a 9 de fevereiro pertencerá ao Ano Chinês anterior, devendo para isso calcular com o ano anterior ao do nascimento (neste caso seria 1958).

2. Somar os algarismos do ano de nascimento até obter um número inferior ou igual a 9: 1+9+5+9 = 24 / 2+4 = 6

3. Subtrair o resultado a 11: 11-6= 5

Neste caso, o número de base que corresponde à essência é o 5.


As energias básicas a que cada indivíduo pode estar associado nos diferentes números do Ming Gua são as mesmas que já vimos anteriormente presentes no Bagua:

1 - Transformação Água – Imagem Água

2 -Transformação Solo/Terra Yin – Imagem Terra

3 - Transformação Árvore/Madeira Yang – Imagem Trovão

4 - Transformação Árvore/Madeira Yin – Imagem Vento

5 - Transformação Solo/Terra - Sem polaridade e sem imagem associada

6 - Transformação Metal Yang – Imagem Céu

7 - Transformação Metal Yin – Imagem Lago

8 - Transformação Solo/Terra Yang – Imagem Montanha

9 - Transformação Fogo – Imagem Fogo


Em 2018 cada uma destas energias irá ter a sua estrela anual (do ano de nascimento) a visitar uma casa no ciclo pessoal. Confirme qual a casa do ciclo pessoal que estará a visitar em 2018 e a energia com que pode contar, sendo apresentados aspetos positivos e mais desafiantes de cada casa (não implica que todos aconteçam, estaremos mais predispostos para alguns conforme o nosso equilíbrio energético):


Casa 1 – Elemento Água. Início de um novo ciclo. Felicidade e satisfação. Poder e autoridade no trabalho. Tenha cuidado com alguma tendência para o isolamento e melancolia (energia Água). Possíveis situações de saúde em órgãos Água – Rins, bexiga, órgãos sexuais e ouvidos. Será uma Casa mais desafiante para as Transformações Solo e Fogo (Ciclo Ko – controlo, exerce tensão).


Casa 2 – Elemento Solo Yin. Dedicação à casa e família, sentido de serviço ao outro. Altruísmo e cooperação. Tenha em atenção a possibilidade de alguma lentidão no atingir de objetivos e com o sentimento de falta de reconhecimento por parte dos outros. Possíveis questões de saúde em órgãos Solo – sistema digestivo, estômago, baço/pâncreas. Neste período, devido ao carácter mais Yin desta energia Solo, é aconselhável alguma contenção e não fazer muitos planos, devido a alguma lentidão energética. Será uma casa mais desafiante para as transformações Árvore e Água (Ciclo Ko – controlo, exerce tensão).


Casa 3 – Elemento Árvore Yang. Progresso e crescimento. Novas ideias e projetos e oportunidades inesperadas para novos desenvolvimentos. Possíveis questões de saúde em órgãos Árvore – Fígado, tendões e músculos. Possibilidade de algumas tensões, conflitos e zangas, devido à natureza instável da Energia Trovão (Árvore 3). Será uma casa mais desafiante para as pessoas das Transformações Metal e Solo (Ciclo Ko – controlo, exerce tensão).


Casa 4 – Elemento Árvore Yin. Prolonga a energia da casa anterior, mas com menos rapidez e vigor. Estudos Académicos e romance com boas possibilidades de desenvolvimento. Possibilidade de algumas incertezas e dúvidas quanto ao caminho a seguir, devido à natureza insegura do Vento (Árvore 4). Abertura de possibilidade de viagens e boas capacidades de comunicação. Possíveis questões de saúde em órgãos Árvore: Vesícula Biliar. É um período bom para colocar a energia pessoal ao serviço de interesses públicos e sociais, desenvolvendo também a inteligência e a comunicação. Será uma casa mais desafiante para as pessoas das Transformações Metal e Solo (Ciclo Ko – controlo, exerce tensão).


Casa 5 – Elemento Solo. Tudo ou nada, é uma energia de extremos. Pode conseguir aquilo que quiser, mas para isso deverá fluir com os acontecimentos e não forçar nada. Representa a Casa do Centro e, por isso, é uma energia que influencia todas as outras, dando-lhe poder e imprevisibilidade. É uma energia instável e da qual não se sabe bem o que se pode esperar. Tudo pode acontecer nesta fase, sendo mais prudente evitar grandes decisões e/ou mudanças de vida significativa nesta fase. Deve-se agir sempre com prudência. Possíveis questões de saúde em órgãos Solo – sistema digestivo, estômago, baço/pâncreas. Esta casa será particularmente desafiante para pessoas das Transformações Árvore e Água (Ciclo Ko – controlo, exerce tensão).


Casa 6 – Elemento Metal Yang. Sucesso e desenvolvimento profissional. Autoridade e poder pessoal desenvolvidos. Crescimento por mérito e esforço próprio reconhecido. Intuição e coragem desenvolvidas, bem como aumento da capacidade intelectual e de organização. Boas perspetivas de consolidação de carreira. A energia do Céu confere força, ambição e liderança àqueles que estão sob a sua influência, é, por isso, uma fase favorável à concretização de projetos e prosperidade financeira. É necessário adotar uma atitude proativa e aproveitar esta fase próspera. Possíveis situações de saúde em órgãos Metal: Pulmões e pele. Esta casa será mais desafiante para as pessoas das Transformações Fogo e Árvore (Ciclo Ko – controlo, exerce tensão).


Casa 7 – Elemento Metal Yin. Usufruto dos “louros” obtidos na casa anterior. Tendência para o lazer e entretenimento. É necessário algum cuidado com excessos, seja de que tipo for. Espírito brincalhão, o que será benéfico permitindo “gozar a vida” se não cair no exagero e na displicência para com as responsabilidades. Tenha em atenção a propensão para a tristeza e estados depressivos da Energia Metal 7. Possíveis questões de saúde em órgãos Metal: Intestino Grosso, Boca, dentes e garganta. Esta casa será mais desafiante para as pessoas das Transformações Fogo e Árvore (Ciclo Ko – controlo, exerce tensão).


Casa 8 – Elemento Solo Yang. Renascimento após uma situação mais penosa, sensação de “lufada de ar fresco”. Período propício a mudanças e decisões importantes. A energia da Montanha está associada à mudança e é esse o estímulo que cada um vai receber nesta fase. Mesmo que a mudança possa provocar resistência, ela acontece porque tem de acontecer e os resultados, de forma geral, serão benéficos. É necessário aproveitar este impulso para proceder à limpeza e libertação de emoções e situações do passado, pois o fim do ciclo está a aproximar-se. Esta necessidade pode levar a alguma incompreensão por parte dos que o/a rodeiam. É fundamental a mudança e não deve permitir a estagnação. Possíveis questões de saúde em órgãos Solo – baço/pâncreas (atenção a questões glicémicas), costas, ombros e ancas. Esta casa será mais desafiante para pessoas das Transformações Árvore e Água (Ciclo Ko – controlo, exerce tensão).


Casa 9 – Elemento Fogo. Casa do Karma, fecho do ciclo em que se recebe o resultado das ações implementadas ao longo de 9 anos. Desfecho positivo se a conduta foi positiva, desfecho com situações mais negativas caso a conduta tenha sido com recurso a comportamentos ilícitos. A energia do Fogo conduz à iluminação e a tudo o que ela implica, pois fica-se sob grande visibilidade. Deve ser uma fase de relacionamento sincero e honesto com os outros, já que a energia Fogo é de expansão e permite progresso, fama e sucesso rápido. Ao mesmo tempo, por estarmos a receber o fruto das nossas ações, podemos ter situações mais complexas, devido ao carácter disperso e volátil do Fogo. O ciclo fica concluído neste período. Esta casa pode ser mais desafiante para as pessoas da Transformação Água e Metal (Ciclo Ko – controlo, exerce tensão).

Agora que já sabe com o que pode contar, prepare-se para entrar no Novo Ano Chinês com boas energias e para lidar com o que o/a espera com garra e determinação! O importante é estarmos disponíveis para o que o Universo nos traz e aceitar todas as situações como aprendizagem. Feliz Ano Novo do Cão de Solo!




Margarida Estevam

Magnified Healing, Terapia Multidimensional, Mestre de Reiki, Leitura Intuitiva de Tarot dos Anjos, Mesa Radiónica, Astrologia do Ki das 9 Estrelas (Feng Shui)

Email: alquimiadoserterapia@gmail.com

alquimiadoserterapia.weebly.pt


  • YouTube