• Artigos

COACHING NA PRÁTICA - JULHO

Por Sílvia Cerico

A natureza assume a conexão com a Luz na presença do sol que nos ilumina os dias, tornando-os vibrantes na energia contagiante dos sons alegres que se fazem sentir como uma extensão de quem somos. É verdade que, nem sempre, por estarmos nos meses mais preenchidos de dia, a vida flui de forma mais leve, no entanto, somos convidados a deixar essa Luz penetrar nas nossas sombras e contagiar-nos numa mágica transformação.


O desafio é permanecer focado no centro, insistir em rumar em frente, inventar novas rotas onde o GPS desconhece o caminho, ter a coragem de investigar como fazer para melhorar, para criar em si o espaço interior que lhe permita crescer. Inaugure uma nova forma de estar onde se surpreende positivamente com as capacidades de superação de que dispõe e que, sem o tal desafio, permaneceria ignorando que estão em si!


Imagine que é dotado de superpoderes: inspire, expire e deite fora tudo o que o oprime. Invista em fazer ouvir a sua voz! “Seja como o sol: levante, brilhe e ilumine o mundo.” (A.D.). Ouse cantar apesar de poder vir a partir vidros, nunca se sabe se a sua melodia interior não é um sublime som inebriante para quem encontra, ao escutar o que emite as soluções inacessíveis no som produzido pela sua própria canção.


Aprende-se muito sempre que se partilha, mesmo que essa aprendizagem lhe transmita que é mais seguro cantar quando estiver sozinho … vale a pena!


Desfrute de andar na rua e respirar o ar frutado a flores e ameno que o envolve e convida a deixar a música do som dos pássaros entrar em si. Pequenas deslocações surgirão como instantes mágicos plenos de sabor, invista em fazer cair as muralhas que o desligam do criador.


Na esfera mental, sugiro que se conecte com a sua imaginação e a use para encontrar ideias inovadoras que lhe permitam contribuir para elevar aqueles com quem diariamente se cruza. Retire o foco egoicamente por defeito colocado em si e centre-se em inspirar o mundo com a sua forma de ser. Invente por semana 7 gestos simples onde consiga fazer a diferença, seja em casa ou na rua, o alvo da sua ação pouco importa.


Com o decorrer do tempo perceberá que o impacto do que investiu ao dar retorna a si de formas inimaginavelmente gratificantes e exponencialmente amplificadas: é dando que se recebe! Embora nem sempre seja uma aprendizagem óbvia para muitos, é claramente uma das mais importantes para tocar os seus objectivos, por isso insisto nela. O que emite é o que atrai, quer queira quer não, é assim que funciona a Lei.


Na esfera física, oiça o seu corpo sem que seja preciso ele usar o modo imperativo e gritar o que insiste em não escutar. Seja inteligente e aceite olhar para tudo aquilo com que tem que lidar. Pergunto-lhe: é mesmo necessário os seus olhos manifestarem-se com conjuntivite alérgica e uma irritação gritante para aceitar ver a sua realidade?


Acredite que não é nada agradável, de repente, parecer um coelho e, do nada, ser magoado pelos seus sapatos que sempre lhe couberam na medida perfeita, só para aceitar que o Universo já sabe o que você recusa mudar…é verdade que podemos ter algumas dificuldades de aprendizagem…teimosia…mas…é melhor fluir para aprender do que insistir em manter as pedras no seu caminho… pode sempre negociar… aceitar que quando chegar o momento estará disposto a … não seja teimoso, sofre mais… e a vida ensina, mesmo que não queira aprender, pode é tornar-se uma professora como as do passado e aplicar um tratamento de choque … Está a imaginar-se nesse cenário?


Por isso: se são os ouvidos, pare para escutar…a si e aos outros…procure entender o que rejeita ouvir, se são as costas dependendo da zona, perceba que “fardos” carrega ainda consigo e em si, se é o estômago, veja o que não consegue digerir, nos pés, ou tornozelos pare e pense ao que se sente preso e de onde vem a vontade de fugir, o que o impede de caminhar… o seu corpo é o seu melhor amigo, e fala-lhe delicadamente para o alinhar com o seu caminho! Estamos sempre a aprender, pela dor ou pelo amor, ame-se o suficiente para não adoecer… pode não ser simples, pode ser um desafio que julga acima do seu tamanho, mas, por vezes, o seu tamanho é maior do que consegue ver, talvez seja boa ideia refletir sobre isso ao longo deste mês.


Entrando na esfera emocional, creio que é positivo dar continuidade ao trabalho desenvolvido na esfera física e, por isso, proponho que, no seu caderninho, faça uma análise semanal onde escreva, para cada um dos dias da semana, um desafio que enfrentou e heroicamente superou quando não existia na sua mente essa possibilidade assim ao primeiro olhar. Em seguida, vai escrever:

“Obrigada porque me foi revelada a força e a criatividade que existe em mim. Abro-me e manifesto os meus inesgotáveis recursos internos que aprendi a ativar neste momento.”


No final do mês perceberá que é uma fantástica caixinha de ferramentas, e que os desafios podem, afinal, ser os nossos maiores aliados! Transforme o impossível em possível e renasça como alguém que é vencedor, isto é, que vence a dor das suas batalhas diárias e as supera com uma força invencível. Acredite de forma incondicional no seu poder interior, afirme, várias vezes por dia, mentalmente: “Eu sou a inesgotável fonte de soluções para todos os meus desafios” e verá como, dia a dia, isso se torna verdade dentro de si!


Na esfera espiritual, insisto na importância da responsabilização de cada um no que vive e no poder que tem em si para o transmutar. É verdadeiramente importante para a sua ascensão assumir que tem o papel principal nela.


Há muitos meios de trabalhar a sua auto cura e libertação de traumas e vivências cíclicas e não apenas o ho’oponopono de que falei no mês anterior. Sugiro que desperte para a sua responsabilidade sobre a sua vida e faça a sua parte. Dedique-se a investigar, o que ecoa em si no seu momento e no seu percurso, que, como já referi múltiplas vezes, é único.


Introduzo o contacto para este fim com a energia maravilhosa de Kuan Yin, para quem não conhece, apresento como a Deusa da compaixão e da misericórdia. Alerto ainda que também com o auxílio do Arcanjo Miguel conseguirá excelentes resultados. Referi ambos porque são muito presentes em quem, como eu, sintoniza com a Grande Fraternidade Branca. As suas energias fantásticas disponibilizam meios para auto cura, em decretos ou orações de libertação, aconselháveis em ciclos de 21 dias, espaçadas de períodos que dependem do que pretende… mas como em tudo, é você que tem que escolher e fazer por si!


Invista, mês a mês, em resolver as causas, só assim alcançará a alteração dos efeitos. Transcenda as muralhas auto impostas e expanda as fronteiras por universos ilimitados, abrindo portas numa extensão da sua essência na sua vida e na de quem encontra ao seu redor. Seja feliz!



Sílvia Cerico

Coach/Master Neuro Coach/Terapeuta Holística

dra.silvia.cerico@sapo.pt

tlm: 932544366

  • YouTube