• Artigos

COACHING NA PRÁTICA: SETEMBRO

Por Sílvia Torres

Com o progredir da evolução em nós torna-se cada vez mais óbvio que é valorizando as pequenas coisas que fazem parte da vida e do mundo que nos rodeia através das aprendizagens que fazemos, parando para focar nos milagres com que a natureza nos enriquece, e nos ensinamentos dos mais experientes, que podemos encontrar a verdade encerrada no nosso microcosmos interior.


A realização pessoal não se encontra no Ter mas no Ser. Ser feliz vem de dentro para fora e é o resultado de um reajustar constante da rota que se altera ao ritmo com que desbravamos corajosamente o nosso interior.


Na verdade, é despindo-nos do ego, olhando as nossas sombras de frente e tirando-as para dançar numa fogueira sob o céu estrelado onde o som dos grilos e rãs nos transporta para dentro, às camadas mais genuínas de quem somos, que acedemos à transmutação dos nossos medos em novas forças que nos fazem renascer com um novo nível de consciência.


As noites desta estação proporcionam estes fantásticos momentos de introspeção, despoletados pelo contemplar tranquilo, fechando os olhos, escutando o som do vento, das ondas do mar, o ritmo da sua respiração e o bater dentro de si de um coração livre e leve, longe do turbilhão mental de mil escolhas por segundo na rotina diária, pronto para o levar longe sabendo ler o legado que carrega dentro de si.


Assim, na esfera mental, desafio a ir ao encontro da sua Luz interior e a registar no seu caderninho de auto descoberta, todas as semanas, 7 características em si onde contornando a lógica se redescobriu leal à sabedoria interior que traz dentro, respeitando a lentidão que o processo requer…


Tenha a coragem de ler o seu próprio livro e aceite ver o que não gosta na sua personalidade, domine o seu “mau” feitio, desligue a sua própria tomada e viaje no tempo até que seja claro o porquê de agir dessa maneira, de onde vem esse paradoxo de rigidez mental. Se nada de positivo lhe acrescenta, cure… solte… desformate… torne-se quem gostaria de ser porque é livre para o fazer e as opiniões dos outros estão alinhadas com as verdades pessoais deles. Está tudo certo, aceite-se, respeite-se e transforme-se.


Imagine que é inflexível no que se refere a idades e diversões típicas das mesmas, ou mesmo atividades e géneros, mas que até se diverte a aprender a andar de skate com o seu filho no parque, porém não lida com o enfrentar do olhar dos outros que ao ver a cena ficam como vendo um OVNI… pois… a verdade é sua… escreva no seu caderninho:

“Sou feliz porque hoje quebrei a barreira mental de que há uma idade e um vestuário para fazer seja o que for” e suba no skate, ria, faça o que a geração anterior castrou em si! Escreva:

“ Amo a minha criança interior e alimento-a sem idade em mim”.


Liberte-se de algemas que o impeçam de levitar em alegria e construir a felicidade em si. Claro que é importante que acesse à crença que o formatou naquele molde, se vem da sociedade ou da sua família, respeite-a mas registe que… é do modelo, não necessariamente a que vibra em si, é um pensamento e como sabe um pensamento pode ser mudado!


Rever os padrões mentais em curtos períodos de tempo é positivo para que esteja consciente, alinhado e livre de tudo o que é obsoleto, longe da sua verdade do momento, sendo quem é.


Entrando na esfera física, liberte-se através da ligação com os elementos, escolha uma atividade por semana onde sinta cada um deles pela ordem que flua em si.

Para mexer com as emoções e entrar em contacto com o elemento água, considere a possibilidade de nadar, andar de caiaque (evite ir num amarelo ou pode ficar com a marca dos calções dependo da hora a que for), se tiver hipótese faça um passeio de gaivota, por exemplo.


Na semana seguinte, porque não o fogo… se nunca experimentou massagem com velas ou pedras quentes, sauna… experimente… fará uma transição interessante enquanto desintoxica o corpo, sobe a sua imunidade, relaxe… procure uma atividade que incendeie o fogo em si, por dentro e por fora, encontre algo que faça eco em si!


Procurando sentir o elemento ar… sugiro que faça algo onde sinta o vento no rosto, e experimente algo como vela, parapente, ou qualquer outra que nunca sequer imaginou, mas que no seu íntimo tem um sonho de criança adormecido para viver, salte de pára-quedas, assuma o rebelde que tem em si!


O elemento Terra é o mais simples e tem um enorme leque de escolhas onde mexer-se, depende unicamente de si: caminhadas na natureza, corrida ao ar livre, atividades ligadas a artes marciais ao ar livre… aprenda Chi Kung num espaço agradável de um jardim… invente… mas saia da rotina e escolha algo acessível tranquilamente perto de si.

O importante é que no final do mês trabalhou para o equilíbrio dos quatro elementos em si e promoveu mais do que o seu bem-estar físico, o equilíbrio mental, emocional e espiritual preparando-o eficazmente para os desafios que possam surgir.


Como a energia da alegria nos permite aceder de forma fluida à sintonização com o fluxo do Universo sem esforço, na esfera emocional, este mês proponho que limpe as suas emoções mais densas com a ligeireza com que respira. Recorra para isso à criação de uma agenda própria implementada por si para as trabalhar, onde atribui a cada dia da semana o trabalho e transmutação de uma emoção que sinta em si negativa, estabelecendo o dia de exercitar em si a emoção positiva no polo oposto, escolhendo uma ação que a promova para levar a cabo nesse sentido.


Imagine que sente um bloqueio por insegurança, então, segunda-feira pode ser o dia da coragem, desafie-se a desenvolver uma acção onde estimule a sua, se for tímido, basta, por exemplo, dizer bom dia com um sorriso a alguém com quem se cruze na rua, e nunca viu na vida, a pessoa não faz ideia de que implementou o seu passo diário de auto conquista do seu mundo interior. Continue como um herói infantil de forma altamente criativa transformando-se com a simplicidade de uma criança que escolhe o que deseja brincar. Assim, para terça, o plano pode ser contrariar o tédio dos padrões rotineiramente automatizados rigidamente em si e estimular a flexibilidade, abrindo-se a fazer uma das suas atividades diárias de uma forma diferente da usual, por exemplo, vá para o trabalho a pé ou de bicicleta, ou levante-se mais cedo e desfrute de ver o sol nascer.


Para finalizar, na esfera espiritual, sugiro que se ligue conscientemente ao seu Eu Superior para que possa desfrutar de viver quem realmente é enquanto essência Divina, assumindo-se como co-criador de tudo o que pretende alcançar no seu processo de evolução espiritual rumo à ascensão.


Existem várias formas de resgatar essa ligação tão preciosa, seja através de meditação, mantras, decretos (Clare Prophet faculta alguns ligados à Grande Fraternidade Branca que eu uso desde 2011 e que são fantásticos), terapias energéticas e muitas outras. Sem pressa, sinta aquela com que mais se identifica e ponha-a em prática uma a duas vezes na semana.


Trabalhando com cristais, convido a experienciar as vantagens do Lápis-lazúli. Trata-se de uma pedra protetora que o encorajará a ser responsável pela própria vida ancorando na sua personalidade compaixão, honestidade, integridade e mais do que isso, estimulando a que viva com entusiasmo e criatividade. Ao meditar com este cristal ou fazer reiki com ele, harmoniza em simultâneo os planos físicos, mental, emocional e espiritual, o que é fantástico!


No plano mental amplifica a clareza e objetividade dos seus pensamentos através das faculdades superiores da mente, em comunhão com a capacidade de saber escutar.


No plano físico, harmoniza o corpo a nível de sistema nervoso, neutraliza patologias causadas pelo silêncio conferindo-lhe o poder de cura da palavra falada, libertando o bloqueio da garganta, contribui para o bem-estar a nível da tiróide. Este Cristal purifica, limpa e estimula os órgãos, é benéfico para o sistema imunitário e para o sistema respiratório, ajuda a superar problemas de audição e reduzir a tensão arterial. Além de tudo isto, ainda combate as insónias e dores de cabeça, ajudando a superar os estados depressivos, entre outras vantagens.


No plano emocional, promove a paz interior e através dela a dissolução de sofrimentos e barreiras emocionais profundas, permite que aceite ver a sua própria verdade e expresse com transparência os seus sentimentos mais profundos.


No plano espiritual, facilita a conexão ao Eu Superior as viagens astrais e neutraliza os ataques psíquicos mantendo-o em contacto com os seus espíritos guardiões. Este é um cristal fantástico para quem deseje “abrir” o terceiro olho, ao mesmo tempo que estabiliza os corpos e possibilita o equilíbrio do chakra laríngeo.


Até breve, transforme-se e encontre a pedra preciosa que há em si para que juntos possamos enriquecer o tesouro da humanidade!



Sílvia Torres

Coach/Master Neuro Coach/Terapeuta Holística

dra.silvia.cerico@sapo.pt

tlm:932544366

  • YouTube