• Artigos

COACHING NA PRÁTICA: TRANSFORME A SUA VIDA: SOLUÇÕES DE A A Z!

Por Sílvia Cerico

Como diz Buda, “O que somos é consequência do que pensamos”, por isso, quando somos desafiados fora da nossa zona de conforto a ir além do que vemos, é na mente que está toda a força para renascer do que nos faz doer, sim crescer por vezes dói, mas é necessário para atingir todo o potencial que se encerra dentro…


Acredito que a condição essencial para fazer a diferença, na própria vida e nas vidas que tocamos é manter o foco. Assim, fluindo entre escolhas, passo a passo, faz-se o caminho ganhar forma. É fundamental festejar cada etapa do percurso em função de transmutar toda a fraqueza em força através das aprendizagens que permitem a toda a Fénix renascer.


Não é fácil perceber que, por vezes, a escolha que dói traz um fluir de bênçãos que transforma o que era grande em pequeno, e o que era pequeno em grande, e faz tudo valer a pena, mas é verdade!


Tudo se torna mais fácil se nos abrirmos a ver o invisível e sentir que os milagres acontecem numa escrita mágica que apenas se lê com o coração. A verdadeira felicidade requer calar o ruído exterior e respeitar o alinhamento com a voz interior, fiel aos valores únicos que ecoam em si, o respeito pelo ser que é, pela verdade que o torna genuíno na essência.


Quando se escolhe a si em primeiro lugar pode transformar-se numa fonte que nunca seca e jorrar, expandindo o melhor que tem em si, de forma contagiante a todos em seu redor. Respeite todos, mas honre a si mesmo para que consiga prosseguir, apesar das pedras do caminho com um sorriso no rosto e brilho no olhar.


Na esfera mental, este mês, sugiro que sempre que fale com alguém aplique uma ferramenta conhecida como os filtros de Sócrates, o primeiro é a verdade, o segundo a bondade e o terceiro a utilidade. Assim, sugiro que quando se relacionar, seja em que contexto for, faça o uso dos mesmos e questione se o que está a emitir é verdade no contexto em causa, se é bom para o seu interlocutor, assim como para si mesmo, e, por fim, se é útil, isto é, se acrescenta valor a ambas as partes.


Esta postura mental pode tornar-se uma boa filosofia de vida rumo a um equilíbrio mental que evita que absorva pensamentos tóxicos que não lhe pertencem e que, igualmente, não os emita, pois está em constante vigilância e poder da sua consciência. Parece algo insignificante e simples, no entanto, não é nem uma coisa nem outra, é fácil ir por arrasto na fantasia alheia, muitas vezes, desalinhada com a verdade pessoal e fundir frustrações em si que não lhe pertencem, mas que geram ansiedade.


Pode não acreditar, mas faz a diferença não fundir a verdade do outro com a sua, pois vivem momentos de aprendizagem diferente e desafios distintos.


Esfera emocional: finalize, fixe, e festeje!

Quando travamos várias batalhas ao mesmo tempo o foco que conduz às metas perde-se, por isso, sugiro que pegue no seu caderninho de autodesenvolvimento e liste o que tem em curso, neste momento, no seu processo. Feito isto, classifique o que é para si um objetivo a curto, médio e longo prazo. Estabeleça um limite, fixe no máximo 3 objetivos para cada duração.


A angústia gerada por querer tudo ao mesmo tempo dissipa-se se, além de catalogar em frente a cada um dos 3, escrever o que depende de si para o alcançar e o que tem de delegar, assim como 3 ações que o aproximem de concretizar a meta, ainda que sejam tarefas simples como ler sobre o tema, pesquisar, procurar um amigo. O importante é que finalize a confusão mental que o faz sentir-se perdido.


Erga-se como uma Fénix em direção aos seus sonhos mais ousados e festeje cada passo com a família da alma que é mais vasta que a de sangue e se estende aos amigos que faz durante as etapas do seu caminho. O que partilha de entusiasmo e alegria expande-se e, como eco, retornará amplificado. Lembre-se também que o que aprendeu em cada “fracasso” o aproximou da vitória e há, por isso, sempre motivos para agradecer.


Na esfera física, proponho que continue o trabalho do mês anterior e trabalhe a sua flexibilidade, pois esta é uma característica essencial tanto no corpo como na mente e desenvolvê-la requer persistência, tempo e determinação, não se pode reduzir a algo feito num mês e arrumado, requer continuidade para que obtenha resultados visíveis e que se mantêm efetivos.


Note-se que o conceito de flexibilidade é diferente de elasticidade dos músculos, sendo este último desenvolvido através de alongamentos, enquanto que a flexibilidade é uma característica fisiológica. Claro que, embora sejam diferentes, o alongamento é uma excelente forma de incentivar a flexibilidade, por isso, considere frequentar umas aulas de Pilates ou yoga e aumentar, através delas, a sua consciência corporal, aprofundando o que iniciou no mês passado, ganhando bem-estar psicológico, maior capacidade de concentração e reduzindo os níveis de stress.


Quanto maior a flexibilidade emocional, maior a capacidade de adaptação aos diferentes contextos e de transmutação face aos desafios. A nível físico, em conformidade, o seu corpo manifestará mais facilidade em mover-se de forma funcional, por isso, insisto a que se abra a incluir na sua rotina, de forma responsável, exercícios com esta funcionalidade.


Esfera espiritual: fluorite, fortificar e fluir!

Como terapeuta holística, amo trabalhar com cristais na cura física, mental, emocional e espiritual. Esta é daquelas coisas que não se explicam, as pedras sempre me disseram muito e me encontraram como as encontro, e sei o enorme potencial que encerram. Os cristais podem ser usados em pendente para, através do uso continuado, fortalecer os efeitos terapêuticos, ou mesmo em banhos energéticos e elixires de água energizada.


Decidi falar da Fluorite porque, além de linda, é um cristal com um alcance extraordinário que merece ser divulgado pela sua capacidade de reorganizar os corpos físico, mental e emocional.


Uma das fantásticas funcionalidades da Fluorite é ser usada, por exemplo, na meditação. Ao incluir este cristal na sua prática consegue a comunhão e espírito, expandindo amor em todos os relacionamentos, pois auxilia na cura de mágoas do passado trazendo clareza ao momento, assim como confiança. Permite elevar a vibração a um estado de paz e alegria tão intensos que fica inacessível a tudo que seja denso e negativo.


A nível espiritual, acelera o despertar promovendo a conexão com a mente universal e a intuição. Quando usada no chacra do terceiro olho contribui inequivocamente para que a sua mente se mantenha equilibrada, pois protege a nível psíquico, limpa e estabiliza a aura, elimina a energia negativa e o stress.


O praticante de reiki com cristais, pode usar esta pedra para potenciar o efeito de outras, pois é detentora de enorme poder de cura. A nível de cura física, reorganiza tudo no corpo o que não esteja em perfeita ordem mas, em geral, o contributo da Fluorite está associado à absorção e acumulação de nutrientes vitais, assim como para fortificar dentes, gengivas, ossos e vasos sanguíneos, rins, fígado e cura de doenças do trato respiratório e regeneração de células nessas áreas, entre muitas outras notáveis funcionalidades.


Em particular, a fluorite amarela atua sobre o intelecto e é magnífica para despertar poderes mentais, dando uma excelente ajuda no combate a enxaquecas. Por uma vida mais feliz, acredite e vigie os seus pensamentos para que lhe permitam viver o seu máximo potencial e desfrutar de um fluir mágico com milagres diários, criados por si, pela positividade cultivada na sua mente contagiante a todos ao seu redor.




Sílvia Cerico

Coach/Master Neuro Coach/Terapeuta Holística

dra.silvia.cerico@sapo.pt

Contacto:932544366

  • YouTube