• Artigos

MAGIA DIVINA PARA TRANSFERIR SENTIMENTOS

Por Seigrefrid Willims

O amor é algo complexo, sobretudo na era em que vivemos, onde, por vezes, se torna complexo estabelecer uma ligação emocional.


Grande parte das pessoas que não têm a magia como estilo de vida, acreditam que existe apenas um tipo de magia amorosa: as famosas amarrações, mas a verdade é que existem muitos outros tipos. Cada um desses tipos de magia tem funções e utilidades diferentes.


É importante sempre saber o máximo possível sobre cada tipo de ritual antes de o fazer. Sobretudo, porque, às vezes, o que precisa, pode ser outro tipo de ritual.


Este é um ritual de transferência de sentimentos de uma pessoa para outra. Eu conheço duas versões deste ritual, uma delas é muito moderna e científica e esta que está nas suas mãos dizem que é muito antiga. Não faço ideia se isso é verdade ou não. Também foi algo que nunca me preocupei em buscar essa informação.


Eu tinha prometido este ritual já há algum tempo, e gosto de cumprir o que prometo, apenas, às vezes, pode demorar um pouco de tempo.


Antes de fazer este ritual deve ter em conta 4, pontos importantes.


Primeiro, este ritual transfere os seus sentimentos para dentro do coração da outra pessoa.

Segundo ponto, se não amar a pessoa, não existe nada para transferir.

Terceiro ponto, o facto de a pessoa passar a ter sentimentos por si, não significa que tenha que ficar consigo. Exemplo: Se a pessoa for casada e tiver filhos, o seu sonho de vida foi ter família, então, mesmo amando a pessoa, é pouco provável se separar para ficar consigo. Claro que isto vai sempre depender do alvo, é apenas um exemplo para ter uma ideia.

Quarto ponto, o ritual não muda a personalidade, ele apenas transfere sentimentos, não muda personalidade da pessoa. Se pessoa era bruta e primitiva, vai continuar a ser bruta e primitiva, e sentimentos de ciúme, podem passar a fazer parte.


Nota: É possível que perca algum do sentimento que tinha pela pessoa depois de ser executada a transferência.


Eu dei esta explicação para que entenda o que o ritual faz, para não cometer erros desnecessários.


Este ritual é realizado ao ar livre.


Lua Crescente

Dia de Vénus

Hora de Vénus.


Ingredientes

Um copo de água, mineral ou de um rio.

Uma maçã vermelha madura

Uma agulha de cozer com linha verde

Uma Vela Verde

Um papel escrito com pequena declaração de amor.


Nota Importante: Se fizer este ritual em alguém que não tem contacto, ou que a pessoa nem sabe que “existe” o feitiço inverte, fazendo com que o sentimento venha para si.


Passo 1

Escreva o nome do seu amado, na maçã. Saiba que a partir daquele momento é o coração da pessoa amada, aquela maçã.


Passo 2

Acenda a vela verde, ao lado do corpo com água.


Passo 3

Corte a maçã com cuidado, lembrado que está a cortar o coração da pessoa que ama. Não seja bruto, por favor.


Passo 4

Tire o núcleo do coração da maçã, tendo cortado ela na horizontal, deve ter ficado a parecer no interior como pentagrama. Corte uma dessas partes fora. Deixe um dos lados da maçã intacta com sementes.


Passo 5

Guarde o pedaço que cortou, no bolso ou na sua carteira, até ele sumir naturalmente.


Passo 6

Coloque no interior do coração-maçã o seu bilhete de amor.


Passo 7

Coloque um pouco de mel no interior, com intuito do processo ser mais facilitado.


Passo 8

Coza o coração-maçã, com linha verde voltando a ser uma única peça.


Passo 9

Segure a maçã na sua mão e faça o seguinte encantamento 9 vezes seguidas:

Pelo poder da água que corre nas minhas veias,

Pelo poder dos rios da terra que fertilizam os campos,

Do meu coração para o teu coração (nome),

Da minha mente para a tua mente (nome).


Passo 10

Apagar a vela, e guarde o copo de água.

A vela pode ser descartada no caixote do lixo.


Passo 11

Abrir uma cova e colocar o coração-maçã num jardim, ou num vaso, dizendo o seguinte encantamento:

“Que sentimentos de amor de (nome) por mim, sejam nutridos pela terra como terra nutre está futura macieira”


Passo 12

Acabar por tapar a coração-maça e coloque água do copo por cima.

O ritual é dado como terminado.




Seigrefrid Willims Ph.D

www.seigrefrid.com

  • YouTube