• Artigos

ORÁCULO PARA A ALMA: 1 A 30 DE SETEMBRO

Por Dina Coelho Guerreiro

Maternidade/Mundo Interno



As cartas para o mês de setembro orientam para um processo gestacional.

Tudo, neste momento, se encontra em processo de criação intensa, mas resguardada.


Não é o momento de expandir para o conhecimento do mundo, aquilo que estamos a começar, a criar no nosso interior. É hora sim, de internamente, compreendermos os nossos processos de criação e avaliarmos as possibilidades que se nos apresentam.

Caso estejamos num processo de exposição do nosso trabalho, é importante guardar trunfos que possam ser postos a claro em momento mais oportuno e deixar o processo base decorrer.


Aos pais, mães e filhos estas cartas invocam a necessidade de rever atitudes e comportamentos. Remete-nos para, como internamente, lidamos com as diferenças entre familiares e como o nosso papel como pais, mães e/ou filhos está a desenrolar-se.


A aceitação é a palavra-chave, aceitação do que os outros nos mostram e aceitação dos nossos processos emocionais, na forma como estes proporcionaram os comportamentos que nos rodeiam, e em como os comportamentos dos que nos rodeiam despoletam as nossas emoções.


A ação é feita em cadência, não em impulso. Impera a ponderação em todas as áreas da vida, o momento certo é sentido internamente e não percecionado pelo que nos envolve.


A um passo dado, segue-se a introspeção do passo dado e do seguinte. Num estado intuitivo, devem ser dados esses passos resguardando os pensamentos das palavras.

Um pensamento consciente e clarividente, não é necessariamente uma palavra ou frase entendível. O lixo que envolve as mentes humanas tolda toda e qualquer compreensão de palavras conscientes.


O silêncio na criação é aconselhável, e a ação ponderada, não procurando reconhecimento ou rejubilo alheio. É a ação real que traz frutos valiosos a quem age e aos que o rodeiam. Fazer-se entender é um logro que sairá caro em incompreensão e desentendimentos. Não se esforce pelo entendimento alheio quando tudo indica que as vibrações são agrestes e negativas.


Enquadre dentro de si esses pensamentos e sentimentos, medite sobre eles e questione-se sobre as suas motivações e até onde elas o levam. Chegará ao fundo do que acredita e nessa clareza encontrará, com certeza, as ações a ter com determinada pessoa ou situação.



Dina Coelho Guerreiro

Terapeuta holística e artista visionária

dinacoelhoguerreiro.alma@gmail.com

Contacto: 962 390 458

  • YouTube