Realize o seu projeto de Alma

Quem sou eu? Para onde devo ir?


Estas perguntas parecem tão simples de fazer, mas tão complexas de obter uma resposta concreta.


Todos os dias deparamo-nos com imensas situações que nos levam a vivenciar experiências que nos afetam positivamente ou negativamente. Muitas dessas experiências levam-nos a direções que nos beneficiam e nos satisfazem, em outras possibilidades, conduzem-nos à insatisfação. Qualquer que seja a rota, por muito que nos entristeça, servirá para conhecermos quem realmente somos e, o que mais gostamos de fazer.


O ser humano é uma caixinha tão completa que deveria trazer manual de instruções. Como não possuímos esse manual, teremos de nos questionar frequentemente. Escutarmos a nossa própria pergunta, para alcançar a resposta sobre nós mesmos. Até aqui, tudo bem, o que torna mais desafiante nesse autoconhecimento de nós mesmos é vivermos numa sociedade imediatista, onde para sobrevivermos, muitas vezes, abrimos mão de ser aquilo que realmente fomos destinados a ser, condicionando-nos a mudar de rota, afastando dos nossos sonhos, do projeto de alma. Já pensou nisso?


Devemos encarar a nossa vida como nossa, a única vida que temos, mesmo que tenhamos consciência que podemos reencarnar.


Que importância tem a nossa vida, se colocamos nela as máscaras que a sociedade nos incute? Não entregue de mão beijada o poder da sua vida às outras pessoas. Seja o principal realizador da sua vida e não ator dela.


Conheça-se, questione aquilo que lhe faz mais feliz e o realiza mais. E quais os sonhos de criança que ficaram engavetados. Quando tiver dificuldade em encontrar os seus talentos, pergunte às pessoas próximas que o conhecem, os seus familiares e amigos. Dedique-se a esses talentos, não coloque já nenhum obstáculo. Defina objetivos sinceros e alcançáveis, estabelecendo para si datas. Isto permitira obter a sensação de sucesso mais vezes. Seja flexível consigo, se ainda não alcançou o que ambiciona, então trace um novo plano, não desista já. Não queria tanto isso?


O importante é mostrar, para si, quem realmente é debaixo da maquilhagem que a sociedade persuade. Isso com certeza direcioná-lo-á ao conhecimento do propósito que nasceu para ser.

Joel Reis

  • YouTube